Déficit de Atenção e Hiperatividade

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) afeta 7 em cada 100 crianças e prejudica o desenvolvimento escolar e social.

O TDAH é um problema do desenvolvimento do cérebro e está presente no mundo inteiro na mesma frequência, cerca de 7% das crianças em idade escolar. Aparentemente as regiões frontais do cérebro, responsáveis pela atenção e concentração demoram mais para se desenvolver que em indivíduos normais e isso acarreta uma dificuldade de aprendizado.

Conforme a criança avança nas etapas do ensino fundamental, espera-se que ela se torne cada vez mais capaz de lidar com uma quantidade crescente de disciplinas e conteúdos. Quando entram para o sexto ano (antiga quinta série), além de terem mais matérias e um número grande de professores, exige-se que a criança já tenha autonomia para manter sua agenda atualizada sem ajuda e seja capaz de fazer suas lições de casa desacompanhadas. É nesse momento que a maioria dos pais e professores percebe que o menino ou menina não tem se desenvolvido como seus pares na sala de aula.

Os sintomas principais do TDAH são a desatenção, a hiperatividade e a impulsividade. Contudo, é preciso notar que não são necessários os três elementos para o diagnóstico e uma criança pode ser só desatenta, enquanto outra pode ser predominantemente hiperativa. O importante a saber é que cerca de 90% dessas crianças melhoram com o tratamento e têm a chance de se igualarem aos colegas de estudo.

Apesar dos mitos envolvendo os medicamentos utilizados para o tratamento do Déficit de Atenção e Hiperatividade, cada vez mais os pais e mães reconhecem que o não-tratamento pode gerar impactos irremediáveis para a vida inteira. Reprovações, suspensões, expulsões, recuperações e outras medidas disciplinares ou pedagógicas exercidas sobre essas crianças com dificuldade e mal compreendidas podem causar cicatrizes que marcarão toda a existência da pessoa.

Oferecemos os tratamentos mais modernos, dimensionados segundo a necessidade de cada criança ou adolescente. Em geral uma combinação bem estruturada de intervenções comportamentais e medicamentosas proporciona os melhores resultados. Estamos aqui para ajudar sua família a ter mais paz e fazer seu filho ou filha mais feliz.

Roger T. Soares
Neurologista
crm 69239 SP
Tel: 11-3266-7024 ou 2476-0346
e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Back to top